A Harmonização entre Queijos e Vinhos - Timy Alimentos
  • Estacionamento para clientes
  • Tele-entrega
  • (54) 3536-3223

A Harmonização entre Queijos e Vinhos

  • -

A Harmonização entre Queijos e Vinhos

A associação entre o queijo e o vinho é tão perfeita quanto antiga. Um bom vinho
acompanha bem vários pratos. Nada melhor para acompanhar um queijo do que um bom
e vice-versa.
Essas duas alquimias, embora diferentes em muitos pontos, guardam estreitas
similaridades: ambos são milenares, ambos provém da natureza. Um, do reino animal, o
outro do reino vegetal. Em companhia do pão, representam a convivência harmoniosa do
homem com a natureza. O queijo é o resultado do mais racional aproveitamento de
espécies animais e o vinho é uma extraordinária demonstração da sinergia do homem
com a terra.
Fonte: Jair Jorge Leandro, autor do livro O Maravilhoso Mundo dos Queijos.

Para apreciar uma boa degustação é sempre interessante iniciar pelos queijos de sabor mais suave, deixando por último os mais pronunciados. Na harmonização de queijos e vinhos, é preciso considerar as texturas, os sabores, os teores de gordura (combina com vinhos mais ácidos) e de sal ( quando em excesso , “briga” com os taninos dos vinhos tintos, mas pode harmonizar bem com vinhos mais doces, pelo contraste ).

A regra universal nesta área, diz que, nem o vinho nem o prato devem sobressair-se em sabor, e sim se harmonizarem. Logo, pratos leves combinam com vinhos de sabor leve e pratos fortes combinam com vinhos de sabor marcante e intenso.

Os queijos mais procurados para degustação e harmonização com vinhos são: brie, camembert, emental, fondue, gorgonzola, gouda, gruyère, parmesão e provolone”, afirma Silmara Figueiredo, consultora de marketing da ABIQ – Associação Brasileira das Indústrias de Queijo.


Busca

Lista VIP

Entre para nossa lista e receba receitas, novidades, promoções e conteúdo exclusivo de quem é VIP para nós.